Imagem capa - Como manter a harmonia na família por Giscellayne Rodrigues Perez
Colunistas

Como manter a harmonia na família


Por: Raiana Bonatti de Sousa Botão


             Vamos analisar um caso de uma família fictícia que embora os nomes possam ser diferentes, pode ser que a sua família esteja passando por isso. Então vamos ler com carinho e atenção, se precisar leia novamente colocando a sua vida familiar no lugar e analise onde pode ser mudado

            Ana e Geraldo (nomes fictícios), realizaram o sonho de ter uma família e uma vida “equilibrada”. Ela é fisioterapeuta e ele gerencia um supermercado. Eles têm dois filhos, a Gabriela e o Pedro com 10 e 7 anos, respectivamente. Após um dia de trabalho e divisão de atividades como: levar e buscar os filhos na escola e atividades extracurriculares, organizar as refeições e a casa. No final do dia enquanto Geraldo sentado no sofá, enquanto se assiste o jornal e checa o celular, Ana atualizando alguns prontuários dos pacientes, Gabriela no quarto ouvindo música, enquanto Pedro joga vídeo game. Esse cenário se repete, dia após dia.

             Nos finais de semana Geraldo costuma jogar futebol, Ana visita a mãe e as crianças se dividem entre televisão, computador ou brincadeira com os amigos. Todos estão alimentados, bem vestidos e com as necessidades ‘básicas’ atendidas. Mas, e quanto à qualidade da relação familiar? Podemos dizer que existe uma harmonia enquanto família?

            Entre levar os filhos para a escola, trabalhar, manter a casa em ordem e cumprir outras tarefas da vida adulta, talvez você se encontre em um contexto parecido com o de Ana e Geraldo. Aqui vão algumas dicas para que, nesse mundo de muitas demandas, diversas formas de lazer e pouco tempo disponível para isso, você consiga vivenciar momentos de qualidade com a sua família e viver uma vida que te aproxime dos seus valores.


  • 1. Identifique as individualidades de cada membro da família: comidas favoritas, atividades de lazer e preferências.


  • 2. Reserve horários durante a semana para vivenciar momentos de lazer com todos os membros da família.

  • 3. Nos dias e horários escolhidos, tente atender às preferências dos membros, um por vez.

  • 4. No tempo reservado, valorize comportamentos positivos no seu cônjuge e filhos que talvez, no dia-a-dia, passem despercebidos.

  • 5. Conecte-se com o momento presente: tente evitar celulares, aparelhos televisivos ou estímulos que possam remover sua atenção e dos outros membros do momento que estejam vivendo (a não ser que seja a programação escolhida para atender a preferência de alguém).


Respire fundo, interaja com as pessoas que ama e verifique como se sente ao estar em contato com elas. O tempo passa rápido e é valioso. Portanto, certifique-se que esteja vivendo-o com coragem, consciência, amor e se aproximando dos seus valores de vida.


Lembrando que caso ache necessário um psicólogo pode ajudar a manter a mente sã.


Você faz isso na sua casa? Como faria para mudar?


Deixe aqui um comentário e diga o que achou do post!


Vai aplicar isso na sua casa? Se já aplicou nos dê um feedback!


Qual tema sugere para o próximo post?


Fale comigo com atendimento online por aqui: sessão online

Ou agende uma consulta pessoalmente na nossa clínica. Veja aqui!